terça-feira, 20 de julho de 2010

POETAR

Adoro poetar
Rimar palavras
Decifrar,quebrar as travas
Deixar fluir naturalmente
Consentir em transferir
Na união,de lápis e papel
A emoção que guardo em mim
As vezes doce
Outras amarga feito fel
Transcender minha mente
Completamente sem regras
Todos os sentimentos
Recusas e entregas
No dom do poeta
Cuja a meta é transformar
O amor em palavras
Na descrição do sentimento
Tocar os corações.....
Ceiça

Nenhum comentário:

Postar um comentário