terça-feira, 31 de maio de 2011

ANJO TRISTE

Ajo triste,o que ti aflije?
Essa solidão,que tanto fere o coração
Sinto seu olhar sempre perdido
Buscando algum sentido
Navegando no mar,das suas recordações
Não sei qual é o motivo
Sei que em vc mora a emoção
Que faz sentir paz
Nas canções que vem de você
Suaviza a alma
Na calma doce da sua voz
Que canta o amor em qualquer tom
Vibrando no som
Da dor cruel da solidão
Que só você permite
O segredo dessa dor
Que persiste no seu coração triste

CEIÇA PROCÓPIO

UM PAPEL AO VENTO

Me perdi nos becos da vida
Procurando a felicidade
Na euforia,acabei desiludida
Hoje sou um ser sem rumo
No resumo cruel
Feito um papel
Perdido no vento


CEIÇA PROCOPIO

NADA RESTOU

Não me peça o que não tenho
Perdi tudo...
Nesse mundo sou um ser que vaga
Num vazio frio que tornou minha vida
Eu que tanto fiz
Acabei no talvez infeliz
Das sórdidas desilusões
Que encontrei pelos caminhos onde andei
Nada sou nada sei..
Apenas um sofredor
Vitima,de tanto amor que dei



CEIÇA PROCOPIO

SÓ O AMOR

Quando a gente ama
A vida fica mais colorida
Pequenos detalhes,são grande belezas
Um instante de felicidade é a maior riqueza
Tudo fica mais intenso
O sol brilha mais
Sentimos fluir a paz
Capaz de inebriar a alma
O som de uma canção
Faz a gente viajar
Sem amor,a vida é um barco perdido no mar

CEIÇA PROCOPIO

quarta-feira, 25 de maio de 2011

TOTALIDADE

Essência que me faz inesquecivel

Meu defeitos me tornam diferente

Minha paz invisível

Intensamente presente

No amor sou totalidade

Felicidade doação completa

Sincera,romântica e carinhosa

Suave como pétalas de rosa

No frio,ti aqueço com meu calor

No verão,sou a brisa que ti refresca

Minhas mãos alisam suavemente

Sou luz,invadindo as frestas,de portas e janelas

Sou as cores belas da primavera

Só existo para amar você



CEIÇA PROCOPIO

SETE CORES DO AMOR

Você é como as sete cores do arco íris
Espalhando beleza,perfeição
Ponte que liga as diretrizes
Palavras mágicas da bela canção
Beleza mais rara
Exalando as essências
Mais exata felicidade
Presença perfeita
Refeita como por milagre
Que só sabe
Quem doa e recebe amor

CEIÇA PROCOPIO

DOCE UNIÃO

Quando estou ao seu lado
No amor sem fim ,sagrado
Permanecendo com você
No mais doce prazer
Vivo no paraíso do seu doce sorriso
Que tanto preciso
Que me faz exata
Na paz imediata
Que preenche minha alma
Na calma suave
Do nosso viver
Amar você´é perfeição
Doce união
Corpo ,alma e coração

CEIÇA PROCOPIO

segunda-feira, 23 de maio de 2011

BRINCANDO DE POETAR: VEM QUE TI PRECISO

BRINCANDO DE POETAR: VEM QUE TI PRECISO

VEM QUE TI PRECISO

Quero sussurrar no seu ouvido
Palavras doce de um amor sentido
Tocar de leve teus lábios
Num beijo atrevido
Aos poucos ir nos envolvendo
Juntos trilharemos o caminho
Onde a sedução é a direção
Soltaremos todas as amarras
Exclusivos no nosso paraíso
Que a nada se compara
Depois do prazer beijar seu sorriso
Dizer o quanto ti preciso
Aqui junto comigo
Meu doce abrigo
Razão do meu viver

CEIÇA PROCOPIO

sábado, 21 de maio de 2011

RENASCER

Tenho que superar meus medos
Desnudar minha alma
Revelar segredos
Retornar a calma
Renovar meu mundo
Mergulhar fundo
Na plenitude de um amor
Que faça sentir a juventude
/Extasiar com o perfume da flor
Na sensibilidade,revelada
Abrir portas e janelas
Que entre a brisa leve
E me transporte com ela
No sonho real
Do amor ideal
Eu toda renovada sem arestas
Sentindo amada
Fazer da vida uma festa interminável
Expulsar de vez a solidão
Desse coração
Que só quer o milagre
Da felicidade,e mais nada.......


Ceiça Procopio

sexta-feira, 20 de maio de 2011

SEM REGRAS

Insanidade faz parte de mim
Só assim sou normal
No meu mundo ideal
Onde sou liberdade
Jamais sigo regras
Minhas entregas calculadas
Na minha loucura,sou pura
O avesso do contesto
Não pago preço de torturas
Sou livre dessas aparências
Sou claridade,jamais obscura
Coragem de assumir minhas loucuras


CEIÇA PROCÓPIO

TUDO PASSA

Dor de amor não mata
A vida segue,a dor maltrata
Mas que seja breve
Abro espaço para novos sentimentos
Não me prendo nos laços do passado
Desfaço dos ressentimentos,das mágoas
Jogo fora o que passou
Rasgo a pagina do que passou
Jogo ao vento
Não sou de ficar,amarradas a ressentimentos
Esquecer sempre o mais breve
´-E o que pretendo

CEIÇA PROCOPIO

quarta-feira, 11 de maio de 2011

CARENTE DE VOCÊ

Vem,vamos voar feito gaivotas sobre o mar
Vem,caminhar sobre pétalas de rosas
Vem,sussurra segredos que me entrego sem medo
Vem,que meu desejo vai além do paraíso
Como ti preciso....
Num beijo,num sorriso
Quanto tempo faz,que vivo sem paz
Entre tentativas de esquecer você
Cada vez ti amo mais
Esse meu querer,é chama que não apaga
É uma vontade que afaga minha ilusão
De sentir seu calor,o gosto do beijo
Entregar aos desejos
São meus delírios
Sonhos insano sem planos
De um ser humano
Carente de você

CEIÇA PROCÓPIO

quinta-feira, 5 de maio de 2011

SOLIDÃO

A vida surpreende
Está evidente nas palavras sem travas
Para quem entende está bem a frente
Basta querer ver,não precisa ser inteligente
Jamais invadiria um espaço que não me pertence
Hoje estou aos pedaços
Um ser sem utilidade
Na minha humildade,não revido mais
Acostumei a sofrer,a viver sem paz
Viver ou morrer,fanto faz
Para quem já morreu demais.....

Ceiça Procopio

terça-feira, 3 de maio de 2011

HOJE TUDO É UM TALVEZ

Sou calada ,a vida me trava
Não tenho mais aquele sorriso
Que sorria tempos atráz
Hoje sou fragmento dos cristais
Que já não tem mais
Aquelas nuances coloridas
Hoje a vida me sufoca
Com tanta gente hipócrita
Que vai ferindo
Diminuindo o prazer
Tirando a vontade de viver
Como voltar a sorrir
Ser feliz outra vez
No passado eu vivi
Hoje é tudo um talvez
Estão arrancando de mim
Minha essencia
Sofrer tanto assim
Como estou sofrendo
Melhor o fim.....

CEIÇA PROCOPIO

misericódia

Aqui nesse momento
Entrego a ti Senhor
Meu sofrimento
Creio que não exista poder
Maior do que o de DEUS
Não me abandone nesse sofrer
Resolva os problemas meus
Tenho sede de viver
Ter paz e ser feliz...Tende piedade de mim....

CEIÇA PROCOPIO

QUERO VOLTAR A VIDA

Quero um sentimento,simples e doce
Assim, como minhas palavras
Um amor sem travas
Livre de preconceitos
Com direito a felicidade
Sem receios,despojados
Amor sem pecado
Sincero e calmo
É tudo que quero
Espero que não demores
Que chegue logo
Quero voltar a vida.....


CEIÇA PROCOPIO


SOFRO POR TI VER SOFRER

Como gostaria de ter o poder
Arrancar de você seus sofrimentos
Penetrar na sua mente
Apagar tudo que ti faz escravo
Ternamente,fazer você entender
Que a humanidade é complexa
Cada um carregando seu fardo
Felicidade????
É ver nossos filhos saúdaveis
Respirar essa tranquilidade
A guerra???
Somos nós donos dela
Dos nossos pensamentos
Das aparências que temos que manter
É o ego e suas exigências
Somos sugestionados a "ter"
Enquanto o valor está em "ser"
Esse é o maior conflito
Resumindo nosso viver
Nas aparências, reprimindo nossos prazeres
Querendo ser normal.......
Na idiotice dos deveres
Levando uma vida banal
Morrendo um pouco a cada dia
Nesses conflitos,chegamos ao final
Sem alegria......


CEIÇA PROCOPIO