sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

MELHOR DE MIM


Quiz a cor mais vibrante
O brilho do diamante
O perfume enebriante do absinto
Deixar transparecer o que sinto
ser feliz com intencidade
Colorir,iluminar,perfumar
Fluir o desejo que vem da alma
Calma evidênte,eloquente na mistura exata
Fato que nos revela completa
Como estou me sentindo agora.......
CEIÇA PROCOPIO

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

AME CUIDADOSAMENTE


Não perca a chance encare o lance
Tome cuidados para não cometer exageros
Ame, mais ame primeiro o que for bom para vc
Determine e faça acontecer
Tome as redeas da situação
Decida pela razão,ame com a paixão mais perfeita
Apenas não sofra a desilusão da entrega cega
Assim verás e serás a propria felicidade
Permanecendo dona da sua entrega
CEIÇA PROCOPIO

acabou


Nada a temer a luta prossegue
com ou sem vc a vida segue
É encarar de frente,ter na mente somente presente e futuro
Passado passou caiu no escuro do anonimato
Como um simples retrato que desbota com o tempo
Não adianta lamento...Acabou perdeu a cor,jogado não tem mais valor
CEIÇA PROCOPIO

AMOR VERDADEIRO


Amor verdadeiro resiste a espera
Sufoca a saudade,não desespera
Chora o pranto doído,calado
Suporta tudo
Abre os braços quando ele volta
Não importa qto tempo esperou
o importante é que ele voltou
Venceu a luta
Esse amor é o amor real,leal e companheiro
Amor verdadeiro
CEIÇA PROCÓPIO

VIDA E MORTE


Vida fragil comparada a chama de uma vela
A morte eu comparo como o vento
Quando sopra revela que pode exterminar a qualquer momento,a chama da vida
Num sopro apaga,e a vida acaba...
Assim tão sutilmente
CEIÇA PROCOPIO
dedicada a um amigo que já não está entre nós
o vento soprou e apagou a chama da vida
Foi deixando saudade
Tão sutilmente em plena juventude..........

FONTE DO AMOR

Paz suave que invade, paixão e saudade
bonita cheirando a flor
Desse amor que necessita todos os corações
Chega feito o som de uma bela canção
romântica,tão sublime qto uma cura quântica
serena a mente e adormece
num sono tranquilo possuidor completo do nosso ser
Como o florecer de uma nascente,brotando da terra,límpida
pura,na ternura nascendo do solo,corre vagarosamente para o colo do regato
Sem egoismo,matando a sede,alimentando a rede dos pescadores
Segue até desaguar no mar...

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

na paz do teu amor

Quero aos poucos sentir a vida louca sem medida
Seguir e encontrar caminhos, onde meu corpo relaxa e adormece no carinho de mãos suaves e bôcas quentes
Tudo resume no amor delinqüente de dois seres ausentes do mundo
Que no fundo o amor é bem mais forte que a sorte
Tráz a paz constante e a felicidade lapidada brilhante,tão valiosa quanto um diamante cor de rosa


CEIÇA PROCOPIO 19/12/08

CONFISSÃO

Confissão de um ser mutante
que já foi felicidade,acreditou em falsas verdades
amou incondicionalmente.
Foi feliz sem palpite,chorou todos os prantos
ultrapassou o limite,foi muito além do que permite
a razão
Perdeu-se no prazer da paixão envolveu se com seus encantos
Chorou teus prantos quando deu de cara com a realidade
fatalidades,infelismente
Hoje tem em mente a conciência do perigo que corre
Sendo assim os sentimentos percorrem as veias fluindo
o coração
Seguindo agindo com a razão
Sentindo paixão porém mantendo as rédeas na mão
Moldando-se retribuindo na medida que recebe
Preferindo ir pela razão do que deixar leva-se pela emoção

CEIÇA PROCOPIO

AMORES E CORES


Vejo minha vida como uma colcha de retalhos

Cada história vivida uma cor definida

Um pedaço de pano representando amores e desenganos,

prazeres e felicidades

Em cada cor uma verdade

Quanto mais coloridos mais intensamentes vividos

Os desbotados são amores fracassados

As cores vibrantes permanecem com a cor do instante,ainda prevalecem

São meus alicerces para que eu continue a confeccionar essa colcha

É meu viver, só estará terminada no dia que eu morrer


CEIÇA PROCOPIO

AMOR AOS PEDAÇOS


Amor aos pedaços,feito laços quando se rompem
Terminou sem abraço,esgotou o espaço,fechou o círculo
Ficamos como dois palhaços no meio do palco de um circo
imaginárioEntre nós nada sobrou,não poderia ser ao contrário
Foi bom enquanto durou...
CEIÇA PROCOPIO

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

FALSOS AMORES


Amores improvaveis sem respeito

Amores fantasmas deliqüentes

Amores que machucam o coração da gente

Deixa uma saudade do que nunca foi

Ainda conservamos a essência falsa,

que a mais nada realça

Foi um teatro que chegou ao final

fecha-se as cortinas,

tira o brilho falso da purpurina,

Tudo escorrendo entre os dedos

Uma vida inteira de mentiras e erros

É o preço sem dó nem piedade,de experiências resentidas

Sem nenhuma finalidade,apenas marcando nossa vida
ceiça procopio

SOBREVIVENTE

Sobrevivente de grandes desastres
vários contrastes,por sorte ficou dentro de mim a mulher completa
Sobrevivi a tudo fui direta sem rodeios,soltei os freios que me prendiam.
Hoje sou dona da mágia e da delícia dos desejos fluindo.
Tudo lindo desde o beijo inocente até a ousadia mais irreverente.
Sou feliz assim,cheguei a acreditar no fim.Renasci,sobrevivi a tudo hoje encaro o mundo de peito aberto,deixei
o deserto que me consumia.
Hoje sou a anatômia e a fisiologia da mulher normal
Deixei de ser formal caí no natural
O amor e a paixão que hoje queima amanhã acaba e ponto final
Eu dona de mim,feliz desse jeito assim
achando tudo tão normal

CEIÇA PROCOPIO

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

ANJO LINDO

Dono de uma beleza que dá a certeza de ser tudo e muito mais
Seu gosto é de paz,sabor de quero mais
Teu olhar côr do mar,tem um brilho que invade a alma
Conduz a calma do paraíso
O teu sorriso traz estampado um que de pecado, um tanto ousado
Disperta a vontade de viver com vc o mais intenso prazer
Está em ti o convite para uma viagem sem limite onde tudo é permitido
Porém tráz um aviso!!!Sinal de perigo evidênte
Fatal apaixonar por vc...pode ser mortal

CEIÇA PROCÓPIO

falsa evidência

Fizestes do teu mundo um abismo profundo,
separando as criaturas.
Umas vc usa como aventuras,outras com indiferença
Pare e sinta a presença,o perfume a essência
Viva sem fachadas livre se dessas mãos atadas
Abraçe com carinho beije com jeitinho
Conquiste de forma leal
Desista se não for ideal.mas não machuque com tua indiferença
Nem forçe a tua presença
Apenas ame ou reclame...Não se cale
Exponha suas idéias,fale
Deixe-se transparecer,só assim serás feliz....


CEIÇA PROCOPIO






JEITO OU DEFEITO

Sou equilibrista como todo artista improviso,
se não der certo...
Dou um sorriso,perco me no deserto
Me encontro do outro lado
Corro o risco,sem juizo
Descolada não deixo recado nem aviso
Sou feito o vento invento e por onde eu passo
tiro tudo do lugar
É meu jeito meu defeito...Sei lá??
É a minha realidade,insensatez da minha insanidade...

CEIÇA PROCOPIO

ADEUS

Estou de saida vim aqui desejar,que na sua vida
vc saiba amar
Que tua sorte seja bem mais forte do que tudo que há
Tenha em mente que o caminho, somos nós que escolhemos
Pare,pense,olhe e escolha, não demore,
caminhe firme não olhes para tráz
busque amor e paz
Sejas feliz como jamais imaginou
Esse é o meu desejo...Deixo o meu beijo!!
Estou indo embora sem pressa sem demora
Quem sabe nos veremos a qualquer hora ou nunca mais
Surpresas só a vida quem faz
Apenas deixo com vc meu desejo de paz

CEIÇA PROCOPIO

MEUS PASSOS


Cai no riso do palhaço,precisando de espaço
por ter sido apenas traço,fracasso,protesto
passo a passo,aos poucos num gesto louco.
me atiro de cabeça,nada que obedeça,faço
meu universo,crio rimas para meus versos
No final tudo igual,sem alterações apenas restos
Ilusões descasos,ninguém por perto
Tudo deserto virei solidão,cicatriz marcando o coração
Tal e qual foi outrora,simplesmente fatal.....

ENVELHECIMENTO DA ALMA


O envelhecimento da alma, vai acontecendo com calma
bem lento feito o vento,carregando aos poucos os sonhos loucos
Permanecendo num vázio,onde o frio congela os sentimentos
subtraindo tudo até os pensamentos
Existia a incerteza que um dia essa magia viraria tristeza...
Aconteceu,vi a beleza derretendo escorrendo entre os dedos
revelando segrêdos,nos levando ao medo que derepente apossa
ocupa todo o espaço,nos fazendo em pedaços
Vem a tona palavras ocultas
É a fria e enevitavél realidade,é o receio da verdade agora evidente....

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

RECUPERANDO MEU TEMPO


Corro apressadamente,quero acabar com essa espera
ser somente presença o tempo já era
Tentar fazer minha hora,de agora em diante serei real extravagante
viverei o instânte,só pensarei depois
Ou morrerei de arrependimento
Quem sabe serei mais que momento
Tudo vale a pena desde que seja para ser feliz
CEIÇA PROCOPIO

ESPECIALMENTE HOJE


Acordo e recordo minha história
Quase perco a hora,passei por pouco
Vivi meu lado louco no sufoco despercebido
Hoje paro e revivo comparo e aviso
Quero meu cenário o mais colorido
Ser especial,amanhã quando tudo virar passado
Dizer que foi o ideal e ao recordar apenas querer
ser tudo novamente
Assim viver meu presente,cada vez mais profundamente
Ser e fazer acontecer tudo de bom
Ser amor paz e coração
Sem limite,viver tudo que a vida permite
Com ou sem razão....
CEIÇA PROCOPIO

NÓS DOIS


Passo do limite quando tudo consiste em ti fazer feliz
Me solto sem juizo e sem juiz
Envolta em teus braços me refaço
só para ti
Sou o prazer e a ternura a procura da felicidade
juntos somos realidade,do que antes era sonho
Eu para vc e vc para mim,o melhor de nós dois
Somos começo sem fim,sem antes e nem depois

CEIÇA PROCÓPIO

objeto do teu prazer

Embriaga-me no teu beijo,faça-me objeto do teu desejo
Beba na taça do meu seio,desfaça teus ansêios
Usa-me e me faça feliz,quem sabe por um triz,pouco importa
Venha além da porta,se jogue para mim,quero ser teu sim,
viver até o fim os teus desejos
Beijos famintos sedentos, por fora e por dentro
Já se faz hora nõ esqueça crie sua história
Comemore a glória da tua conquista,não desista nem demore
Tudo que for da tua vontade faça realidade,só assim tudo valerá a pena
somente assim fluirá uma paz serena
Somente assim....

CEIÇA PROCOPIO



















































































































beijos famintos,sedentos

INDECISÃO

Mêdo que me amarra,segredo que de cara me proibe de ir em frente
inibe o meu presente.
Me contenho,nem vou nem venho,tenho receio do sofrimento
Cheia de lamento perco a hora,não aconteço
Não mereço pela minha covardia,sigo camuflando a alegria
Deixando a magia que a fulia da vida me propõe
Desisto ao que me dispõe,de ser isso ou aquilo,perco a vez
acabo no talvez descompensado
Presente e passado perdido num possivél futuro
sem mais nem porque?Continuar vivendo e pagar para ver

CEIÇA PROCÓPIO

SAUDADES DE VOCÊ

Olho o horizonte vejo o sol deitando no chão
Atráz dos montes,tudo vira canção no coração de um seresteiro apaixonado
O céu iluminado co esse clarão avermelhado
Fico calada com saudades do meu amado
Onde anda quem me faz feliz???
Onde estará minha raiz,meu docê prazer??.
Há como dói essa saudade de vc!!!!

QUEM SOU???

Sou fragmentos de luz,estrela cadente caminho que conduz a outros continentes
Sou terra, sou mar, espera de quem quer amar
Sou fonte que brota da terra,rio que corre para o mar,sou o regato que corta as serras nos vales verdejantes
Sou coração dos amantes,sedução constânte,sou era sou hora, fico e vou embora
Sou dia sou noite,alegria e açoite
Sou dor sou cura o amor e a procura
Sou apenas um ser com pena de viver nessa solidão tão cruél
Ora sou doce ora sou fel,bem e o mal
Sou real e virtual
Sou um ser inutil na incapacidade de ser...

Ceiça procopio

SOLIDÂO

Deitei meu corpo cansado na areia molhada e quente
Chorei ausente dos teus braços
Me senti frágil,a água molhou o mêdo da solidão
Dispertou segredos que nem meu coração sabe
Sem perceber adormeci, ali diante da imensidão do mar
Sonhei com vc,teu beijo dispertou ainda mais o dejejo de ti ver
Mergulhei profundo todo meu ser,no mundo das tristezas e incertezas
Continuarei minha busca,incessante diante do prazer de ser feliz com vc

TENTE

Feche teus olhos e sinta a luz que irradia dentro de vc
Aquela mágia que faz acontecer o milágre,quem sabe tua espera termine.
Que tua luz ilumine de maneira tal,que seja fatal como um amor delirante
Instânte principal que o calor se expande e vc sinta fluir...
Tente!Você vai conseguir,cumpra tua meta,siga seja perfeito ou quem sabe imperfeito,plural ou singular,seja sinta e veja a delícia de amar
Solte-se e tudo acontecerá naturalmente
Verá germinar cada semente
será puro carinho
Tente!!Vá... Siga busque até encontrar,depois é só deliciar e nunca mais serás um ser sozinho





segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Realidade..


Caí no cansaço do pouco espaço que ainda tenho.
Aos poucos eu me desfaço e não venho a ter tanta convicção.
que o meu coração hoje sem laço vive apenas da solidão criada do nada.
Sem tanta esperança com a experiência que a vida forjada me exigiu.
Vou sem ser amada sem exigência, o muito para mim é nada.
Por isso eu resisto as conquistas.
Tenho a sorte prevista, prefiro a morte do que um amor egoísta.
Já vivi tantos anos, já chorei desenganos.
Que hoje vivo apenas aquilo que me dá certeza.
Clamo pela beleza mútua sem desengano.
Em busca de um amor concreto se não for assim,prefiro a solidão sei o que quero pra mim quero amor e não paixão, quero a calmaria de uma mão que me acaricia todo dia até o fim de minha existência...

Vem me refazer...


Vem faz de mim teu bem, teu prazer escandaloso me beija gostoso me deixa sem folego.
Vem faz de mim tua metade traz pra mim a eternidade de um jeito assim feito de carinho que não tem fim.
Vem sem mistério me tira do sério me faz morrer de prazer no seu jeito mais ousado abusado sem pudor faz o teu melhor amor e depoir de cansado me toma em teus braços e adormeça ao meu lado...

Vinho e água...
Você é o vinho que embriaga.
Eu a água que mata a sede.
Você o delírio e alegria.
Eu a paz e o aconchego.
Você noite eu dia.
Quando você se vai eu chego.
Á noite é dos amores.
O dia da realidade.
Você é sonho, doces sabores.
Eu real e verdade.
Vinho e água misturados o vinho perde o sabor.
A água perde a pureza e acaba saturada.
É assim é nosso amor.
Você me embriaga eu mato a sede do teu amor.
Você aquece, eu te refrigero.
Assim eu te quero e você me quer.
Nossas diferenças faz de você meu homem e eu sua mulher...
Cruel realidade.
Realizar sonhos vividos, guardados com cuidado esperando um momento certo de ser aberto o lacre.
Realizar o milagre, fazer-se evidente o presente embrulhado guardado que de repente vira realidade.
O momento é o fundamento da vida é a hora exata e mais que esperada imediata as suas expectativas.
Realizar uma vida e ver construídos todos os castelos.
Dos mais humildes aos mais belos.
Seria fácil e simples, se não fosse as regras impostas esse punhal nas costas que te restringe e ainda finge que é normal.
Sem explicação, sem opção no anonimato apenas o esquecimento é a solução.
Ceiça Procópio
Tudo acaba
Habitei tantos corações.
Amei, fui feliz foram tantas paixões.
Que hoje cabem na palma da mão.
Foram ficando pequenas.
Preencheram os corações.
Acabaram em recordações.
Inspiraram poemas.
Letras de canções.
Cada uma á seu tempo.
Com manhas e argumentos.
Foram simplesmente levadas pelo vento.
Sem mágoas, sem lamentos.
Foram sendo substituídas.
Cada uma com um gosto.
Fizeram parte da vida.
Assumiram seu posto.
Viraram história.
Fizeram suas glórias.
Hoje são recordações.
Qual passaram pela memória.
Paixões apagadas, que um dia foram tudo, hoje são lembradas etapas da vida encerradas e desvalidas...

Ceiça Procópio

Falo das flores

Falo das flores procuro amores
Acabo sem ninguém
Me faz falta um bem
Um amor de verdade
Minha metade, quem me complete
Minha meta, a felicidade
Viver comigo a realidade
A certeza de ser amada
A realeza de ser feliz
Viver tudo e muito mais
Ser capaz de transformar
Meu mundo em pura paz
Ceiça procopio

Incapacidade

Vida que invade,tempo que acaba covarde diante dos sentimentos
Faz sua parte,sem ser ousada acaba na ciladas das suas incapacidades
Se não fosse essa tua incerteza,viveria a beleza embriagada,
das noites e madrugadas
Seria mais amada, seria mais feliz

Ceiça Procopio 15/12/08

Paz

VGéu que caí das alturas
Céu prateado,pura ternura
Queda d'agua fresca e cristalina,
dançarina que suavemente refresca com sua brisa.
Docemente toca, molha alisa numa carícia
E o teu barulho que é feito um canto que soa contínuo
Emoção que voa sem destino
Descanço do corpo e da mente,nessa
calma que refaz a energia e tão somente nesse lugar
encontro magia para me restruturar
Alegria de misturar,amor e poesia
Feito flôr e fantasia, cor e melodia
Só aqui me sinto em perfeita sintonia
Refeita para recomeçar


Ceiça Procopio 15/12/08




Haja o que houver sempre estarei aqui

Esperando por ti até quando não mais existir esperança

Ti amo e sempre ti amarei,ti chamo e choro já quase sem forças

emploro, e nada de você.

Não desisto insisto,tenho porque de tudo isso

Sem vc o muito é pouco tudo desbotado.

nesse amor louco desesperado

Sofrendo a saudade e a necessidade de vc aqui do meu lado


ceiça-procópio 15/12/008






domingo, 14 de dezembro de 2008

Só quero ser feliz



Digo não,meu coração diz sim
enfim a razão fica sem ação e a emoção explode,quando sente teu abraço
Como posso resistir??? Acabo no teu laço, deixo me consumir
Faço de ti meu porto seguro,amnhã será futuro
Só Deus sabe? Não me cabe resolver,apenas calo deixo o amor acontecer,
não falo me rendo aos teus extintoss´assim sou feliz,no momento e também depois é um caso que não tem jeito
Eu tento mas acabo no teu leito,feliz nesse amor perfeito


CEIÇA PROCOPIO

Tardes de domingo



Tarde de domingo vejo o sol indo
Dourado feito um sorriso no rosto de um jovem
Paixões que movem de ilusões que cobrem de estrela a esperança
Na pureza de uma criança,tudo continua fluindo ternura indo para os braços dos amores
O mundo feito uma pintura com corês diversas as palavras docês
amando cada detalhe como se fosse único
É a preciosidade da vida, realidade produzida com amor
Exalando o perfume da flor, em tudo se resume a vontade de ser feliz,assume a raiz e solta as rédeas sem volta,apenas vivendo o momento


ceiça-procópio 14/12/08

obs dedico a minha querida amiga Nádia apaixonada por estrelas