sexta-feira, 15 de abril de 2011

ACABEI SÓ


No silencio mora o vazio
No vasco tortuoso e frio
Escuro e sombrio
Nessa solidão
Vaga meu coração
Ninguém ao meu lado
Triste e desolada
A vida insiste nesse nada
Melhor seria partir
Adormecer e não mais sentir
Esse abandono
 Que me tortura
As previsões futuras
São ainda piores
Só amarguras
Nada mais me acolhe
Nem amores,nem amigos
Acabei sem abrigo
Desabei nesse castigo
Que até minha alma chora
Implora,a cura
Dessa dor que trago comigo

CEIÇA PROCÓPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário