quinta-feira, 15 de setembro de 2011

PAZ

Serena como água de lagoa
Vivendo feito poema
Rimas de canções que entoa
No clima perfeito
No peito a paz
Que faz tão bem
Sempre a espera de alguém
Que me ame como ninguém
Jamais ousou amar
Ceiçaprocopio

Nenhum comentário:

Postar um comentário