terça-feira, 25 de outubro de 2011

um passo da escuridão

Incerto o futuro
Inquieto escuro
Um muro separa
O hoje do amanhã
A vida sai cara
Quando sem esperar
Você depara
Com a desilusão
Não usou as regras
Doou sem resevas
Abriu o coração
Nem tudo é luz
Existe escuridão
Um passo em falso
Compromete a razão
Paga o pecado sem perdão
É o risco que corremos
Entre o sim e o não

CEIÇAPROCOPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário