domingo, 24 de junho de 2012

Dona dos meus atos



Não me entrego sem briga
Não me dobro diante do que não aceito
Não me submeto a intrigas
Esse clima eu rejeito
Ninguém é perfeito
Exijo respeito
Sou dona dos meus atos
Fatos consumados
Nem recordações eu guardo....
CeiçaProcopio
 
 

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário