quarta-feira, 20 de março de 2013

CHEGOU AO FIM

Já não sei de você
Nem tu sabes de mim
Acabou o prazer
Tudo chegou ao fim
Nada resta,apenas arestas
Que contesta o sentimento
Inserto,deserto,sem fundamentos
Cometendo erros,tecendo armadilhas
Feito ilhas,cercadas de falsidades
Temos que encarar a cruel realidade
É o que nos cabe.....

Ceiça Procópio


Nenhum comentário:

Postar um comentário