sexta-feira, 22 de março de 2013

Poeta sonhador

Poeta sonhador
Vive dos teus versos
Inventando o amor
Navegante do universo
Dos mares infindos
Dos sonhos lindos
Criados na imaginação
No fundo vive de solidão
Num trago de vinho tinto
Vermelho rutilante
Dos prazeres extintos
Nada será como antes
Tudo mudado,segue sem ser amado
Na ilusão dos versos,muitas vezes mal acabados
Perdido no universo dos seres abandonados
CEIÇAPROCÓPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário