quinta-feira, 21 de março de 2013

Rotina

Nada a vista.
Não insista
Desista...
Acostumei nessa rotina
É a sina que me pertence
Nada ilumina...
Vejo a escuridão
Essa neblina,que ofusca a visão
Tantos problemas
Agora chega
Entrego me diante da incerteza...
Ceiçaprocópio

Nenhum comentário:

Postar um comentário