quinta-feira, 14 de março de 2013

Saudade de Águas da Prata

Fecho os olhos,transporto me rumo ao meu paraíso
Onde tudo é maravilhoso
Sinto o gosto da água nascendo da fonte
Como é gostoso poder estar ali
Admirando o horizonte, brisa suave que vem das serras
Delicada como um beijo,tocando minha pele
O barulho do riacho,sugerindo um mergulho
Sinto tamanho orgulho
Doce terra que nasci
Onde refaço minhas energias
Nosso laço,onde deixo a tristeza
Volto carregada de alegrias
Trazendo nos olhos,infinita beleza....
Ceiça procopio


Nenhum comentário:

Postar um comentário