sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

AMORES E CORES


Vejo minha vida como uma colcha de retalhos

Cada história vivida uma cor definida

Um pedaço de pano representando amores e desenganos,

prazeres e felicidades

Em cada cor uma verdade

Quanto mais coloridos mais intensamentes vividos

Os desbotados são amores fracassados

As cores vibrantes permanecem com a cor do instante,ainda prevalecem

São meus alicerces para que eu continue a confeccionar essa colcha

É meu viver, só estará terminada no dia que eu morrer


CEIÇA PROCOPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário