quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

ENVELHECIMENTO DA ALMA


O envelhecimento da alma, vai acontecendo com calma
bem lento feito o vento,carregando aos poucos os sonhos loucos
Permanecendo num vázio,onde o frio congela os sentimentos
subtraindo tudo até os pensamentos
Existia a incerteza que um dia essa magia viraria tristeza...
Aconteceu,vi a beleza derretendo escorrendo entre os dedos
revelando segrêdos,nos levando ao medo que derepente apossa
ocupa todo o espaço,nos fazendo em pedaços
Vem a tona palavras ocultas
É a fria e enevitavél realidade,é o receio da verdade agora evidente....

Nenhum comentário:

Postar um comentário