segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Tudo acaba
Habitei tantos corações.
Amei, fui feliz foram tantas paixões.
Que hoje cabem na palma da mão.
Foram ficando pequenas.
Preencheram os corações.
Acabaram em recordações.
Inspiraram poemas.
Letras de canções.
Cada uma á seu tempo.
Com manhas e argumentos.
Foram simplesmente levadas pelo vento.
Sem mágoas, sem lamentos.
Foram sendo substituídas.
Cada uma com um gosto.
Fizeram parte da vida.
Assumiram seu posto.
Viraram história.
Fizeram suas glórias.
Hoje são recordações.
Qual passaram pela memória.
Paixões apagadas, que um dia foram tudo, hoje são lembradas etapas da vida encerradas e desvalidas...

Ceiça Procópio

Nenhum comentário:

Postar um comentário