terça-feira, 8 de março de 2011

MEDIDA CERTA

Nunca seja demais
Prefiro a medida certa
O peso exato dos fatos
Não tente me algemar
Eu só quero amor e amar
Não quero um senhor a me dominar
Gosto de espaço
Não tente me colocar laço
Jamais vou aceitar
Quero paz,feito a brisa
Que refrigera,sem jamais perder a liberdade

CEIÇA

Nenhum comentário:

Postar um comentário