domingo, 20 de março de 2011

NÃO VIVO DO PASSADO

A vontade audaz é estúpida
Me faz forte não conto com a sorte
Simplesmente me auto determino
Ninguém morre de amor
Viro a mesa
Retomo meu domínio
Não me permito sentir dor
A vida segue
Não vivo de passado
Tomo um trago do fel amargo
Choro o pranto despojado
E grito no meu intimo
  BASTA!!!!
Acabou,fecho as cortinas do teatro
Saio por ai .....
Volto a realidade
Determinando são meus atos
Vivo a verdade
O passado já não existe
Foi triste,"verbo" no passado
A realidade é agora
Viver só no "presente"
O futuro a DEUS pertence
Foi só mais um erro
Entre tantos outros
Fiz um aborto completo
Esse é meu decreto
Não choro mais por amor
Tenho minha auto determinação
Sou imune a essa dor
Meu coração,obedece a razão

Ceiça Procópio


Nenhum comentário:

Postar um comentário