sexta-feira, 15 de abril de 2011

MEUS POEMAS

Eu e meus poemas
Temas de dilemas
Preenchendo o branco papel
Palavras tristes
São meu temas
Não existe a felicidade
A vida foi severa
Quem dera fosse o reverso
Rimaria palavras belas
Como aquelas do passado
Hoje meus versos são tristes
Não existe nada
Que faça mudar minhas ideias
O bloqueio que veio
Com meu passado sofrido
Doei tudo de mim
Acabei assim....
Num canto oculto
Um vulto um eco
Restos do que vivi
Sobrou,apenas retalhos de mim....


CEIÇA PROCÓPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário