segunda-feira, 11 de abril de 2011

PALAVRAS SUSSURRADAS

Palavras sussurradas
Num poema de amor
Na minha pele tatuada
Está sua imagem
Sou sua amada
Na viagem ousada
Das nossas delícias
Sinto fluir dos meus poros
A essência do amor
Exalando seu cheiro
Por onde quer que for
Irei contigo
Não consigo viver
Sem você meu doce abrigo
Esteja sempre comigo
Minha fonte de amor perene

CEIÇA PROCÓPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário