segunda-feira, 11 de abril de 2011

SAUDADE DOR QUE SANGRA

Saudade dor que sangra
Na tonalidade transparente
Nas lágrimas que rolam na dor
Que o coração sente
Fora a falta do amor
Que partiu para sempre
Da angustia evidente
Das cruéis palavras
Que você me disse
E triste sigo
Não consigo arrancar
Você de mim
Esse amor,criou raízes
Sigo sofrendo
Meus tristes deslizes

CEIÇA PROCÓPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário