terça-feira, 31 de maio de 2011

NADA RESTOU

Não me peça o que não tenho
Perdi tudo...
Nesse mundo sou um ser que vaga
Num vazio frio que tornou minha vida
Eu que tanto fiz
Acabei no talvez infeliz
Das sórdidas desilusões
Que encontrei pelos caminhos onde andei
Nada sou nada sei..
Apenas um sofredor
Vitima,de tanto amor que dei



CEIÇA PROCOPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário