quarta-feira, 14 de setembro de 2011

ENTRE AMORES E TROPEÇOS

Só eu conheço minha dor
Sou fim,meio e começo
Sou o avesso do amor
Reconheço meus tropeços
Sou eu que a dor padeço
Na busca da felicidade
Levada pelos sonhos
Acordo na realidade
Do pesadelo tristonho
Amando sem medidas
Sofrendo cada partida
Voltando sempre ao começo
Fortaleço e sigo pagando o preço
Ceiçaprocópio

Nenhum comentário:

Postar um comentário