segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Sonho de amor

Quero um amor dedicado amigo
O calor do abraço o afago calado
Amor abrigo...
Passear de mãos dadas
Uma união celada
Dançar de rosto colado
Regado a vinho tinto
Conjugado e jamais extinto
É a paz que refaz
Como essência da mais pura flor
Esse é meu sonho de amor
Ceiçaprocópio

Nenhum comentário:

Postar um comentário