quarta-feira, 12 de outubro de 2011

MEU ABRIGO

Quero urgente uma semente que germine
Em amor frequente,que jamais termine
Quero conforto,segurança de um porto
Onde eu possa repousar
Na certeza que estará sempre comigo
O amor seguro,no presente e futuro
Que seja eterno sem medidas
Escancarando a vida 
Com a fúria de um vulcão
Ternura e paixão
Criatura amada,que realçara  minha vida
Aguardo sua chegada,que me fará renascida
Ceiça procópio

Nenhum comentário:

Postar um comentário