sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

na paz do teu amor

Quero aos poucos sentir a vida louca sem medida
Seguir e encontrar caminhos, onde meu corpo relaxa e adormece no carinho de mãos suaves e bôcas quentes
Tudo resume no amor delinqüente de dois seres ausentes do mundo
Que no fundo o amor é bem mais forte que a sorte
Tráz a paz constante e a felicidade lapidada brilhante,tão valiosa quanto um diamante cor de rosa


CEIÇA PROCOPIO 19/12/08

2 comentários:

  1. Depois de satisfizer o meu aprazimento nas palavras que me encantam e nas imagens que se vestem de poesia, aproveito para desejar a todos os viventes que se fascinam neste espaço de cultivo, um Natal repleto daqueles sorrisos que dispensam palavras e que exultam a saúde interior que há em nós!

    Boas Festas!

    ResponderExcluir
  2. Ceiça simplismente fascinante as tuas poesias e o blog.
    Boas Festas.

    ResponderExcluir