quarta-feira, 15 de setembro de 2010

------------------DESABAFO---------------------------


Desabafo meus segrêdos
Desfaço dos meus mêdos
Mergulho no espaço
Solta sem laço
Viajo na insânidade do meu momento
Lamento ser passageiro
Volto ao normal
Sofro a real situação
Nada me faz feliz
Sou inimiga da realidade
Prefiro essa viagem
Onde sou quem eu quero
Me transporto
Lamento a volta
Morrerei na paz que me conforta
CEIÇA

Nenhum comentário:

Postar um comentário