sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

MISTÉRIO


Você se faz mistério
É veneno tragado
Não sei se ti levo a sério
Ou de deixo de lado
Cheio de mistério
Segredos ocultos
Etéreo é seu riso
Calculado são seus atos
És esperto,preciso de todo cuidado
A vida é fato
Relato mal acabado
Que surpreende
Triste ou contente
A escolha é nossa
Ferida pelo espinho
Ou embriagada
Pela essência da rosa
CEiça

Nenhum comentário:

Postar um comentário