quarta-feira, 22 de junho de 2011

SAUDADE SEM TRAVAS

Estou em cada palavra
Nas lágrimas de sofrimento
Dessa saudade sem trava
Que aninha no meu coração
Onde um dia tu fez morada
Vivemos tão linda paixão
Jurava nunca ter fim
Acreditava ser para sempre
Derepente tu foi de mim
Levou contigo a felicidade
Me deixou em desabrigo
Na triste realidade
De jamais ter você comigo



CEIÇA PROCÓPIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário